Nova versão do Chrome traz 32 correções e suporte ao Lion

A Google liberou a versão 14 do navegador Chrome, com 32 correções de vulnerabilidades. A empresa pagou mais de US$ 14 mil para pesquisadores que encontraram brechas de segurança no software, participando do programa de recompensas.

A empresa adicionou algumas ferramentas para desenvolvedores à nova versão do navegador e suporte ao Mac OS X 10.7 (Lion), incluindo modo tela cheia e recurso que oculta as barras laterais.

A última atualização estável do Chrome foi lançada no começo de agosto. A empresa costuma produzir um upgrade a cada seis semanas, uma prática também adotada recentemente pela concorrente Mozilla, com o lançamento do Firefox 5 em junho.

Entre as vulnerabilidades, 15 foram consideradas como “altas”, o segundo maior nível da escala de quatro estágios da Google; 10 foram consideradas de nível “médio”, e as outras sete, como “baixo”.

Nenhuma foi considerada “crítica”, classificação usada pela empresa quando a brecha permite que o hacker escape da sandbox do Chrome, sistema que isola o navegador do sistema. A empresa corrigiu diversos bugs neste ano, mas desde abril não eram lançadas atualizações desse tipo.

Banco de erros
A Google pagou US$ 14.337 em prêmios a nove pesquisadores, incluindo US$ 3.500 para “miaubiz” e US$ 2.337 para Sergey Glazunov, outro pesquisador que já foi premiado antes.

A Equipe de segurança da empresa creditou também outras pessoas, incluindo pesquisadores que trabalham para a Microsoft e para a Apple, por “trabalhar conosco no ciclo de desenvolvimento e prevenir erros.” Alguns desses pesquisadores também receberam recompensas, mas a Google não especificou quantias.

Como de praxe, a Google barrou o acesso ao banco de dados de vulnerabilidades do Chrome para impedir que internautas maliciosos obtenham detalhes sobre as falhas. A empresa só abre esse banco depois que os usuários tenham tido tempo o suficiente para atualizar o navegador.

A Google também adicionou alguns recursos exclusivos para desenvolvedores para a versão 14 do Chrome, incluindo suporte para o Web Audio API (interface de programação de aplicativos) e para “cliente nativo”, uma tecnologia de cógido aberto que roda software escrito em linguagens  C e C++ dentro da sandbox de segurança do Chrome.

A versão para o Mac OS Lion do Chrome 14 também tem suporte para a nova abordagem do sistema para barras de rolagem, que só aparecem quando um usuário está ativamente percorrendo a janela do navegador. O Chrome agora também é executado no Lion em modo full-screen, ativado por meio do ícone no canto superior direito do navegador ou pelo atalho de teclado Ctrl + Command +F.

Fonte: Macworld

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s